terça-feira, 21 de julho de 2009

Pensamentos

Sempre pensei que com a minha ida para Londres se daria uma grande mudança, não no ambiente mas em mim própria. Hoje dou por mim a perguntar no que é que mudaria realmente? Uma das esperanças que tinha, era na possibilidade desta experiência me tornar mais forte, mais resistente, de me dar forças para lutar e não desistir sempre que vejo alguma pequena barreira... Mas porque é que mudaria?
Por estar num país diferente? Por não ter quem lute por mim?
Começo a chegar à conclusão que todas a razões que me fazem querer ir para Londres não passam duma ilusão...

Mesmo tendo esta consciência... se não tiver nada que me impeça de ir ( por exemplo falta de dinheiro....) eu tenho que pelo menos tentar!
Pelo menos uma vez na vida... Eu tenho que tentar...

4 comentários:

bela disse...

São as diferentes situações que experenciamos que nos moldam e fazem de nós o que somos. Nós só temos uma vida (há quem não concorde). Há que arriscar!

Cláudia disse...

conheces o ditado "quem não arrisca não petisca"...
Mesmo que não estabeleças por lá, podes sempre considerar como umas férias à muito desejadas :)

bjs meu bem

Bruce disse...

Concordo com a Cláudia e acrescento que a indecisão faz parte de qualquer escolha e, parte dela, é devido ao medo...

Lids disse...

Eu compreendo-te! Passei por isso...e digo-te que por um lado pouca coisa muda, porque somos quem somos em qualquer lugar, mas por outro a aprendizagem é tão grande, principalmente de nós próprios.
A vida é para ser vivida e os riscos para serem tomados;) Bjs